Outros Jeitos de Usar a Boca - Rupi Kaur

By | 13:20 Leave a Comment




Sinopse: “Maior fenômeno de poesia dos EUA na última década, há mais de 40 semanas no topo das listas de best-sellers Outros jeitos de usar a boca é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume – publicado nos EUA como “milk and honey” – é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume –, o livro se tornou o maior fenômeno do gênero nos últimos anos nos Estados Unidos, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos.”

como é tão fácil para você
ser gentil com as pessoas ele perguntou

leite e mel pingaram
dos meus lábios quando respondi

porque as pessoas não foram
gentis comigo



E antes de mais nada, vamos falar um pouco sobre a autora =D
Rupi Kair nasceu em Puajab, na Índia e mora em Toronto desde que tinha 4 anos de idade. É uma poeta feminista que começou a divulgar seu trabalho utilizando o Instagram.

eu não fui embora porque
eu deixei de te amar
eu fui embora porque quanto mais
eu ficava menos
eu me amava


Ela mesma teve uma foto banida de sua rede social, depois de postar uma foto dela mesma deitada, menstruada. O que só deu mais espaço para a mesma trabalhar com mais fotos, quebrando alguns tabus sobre menstruação.


a ideia de que somos tão capazes de amar 
mas escolhemos ser tóxicos



Outros Jeitos de Usar a Boca foi lançado em 2015 e ficou um bom tempo na lista dos mais vendidos do New York Times. O livro segue o caminho da vida das mulheres, dividido em quatro partes: A dor, O Amor, A Ruptura e A Cura.

você estava tão distante
que esqueci que você estava lá


As partes são feitas e descritas por meios de poemas que parecem bem particulares, mostrando como a mulher vê a si mesma e o que a sociedade espera dela, assim como pessoas próximas. E para tornar tudo mais intenso, alguns poemas seguem assuntos mais tensos e que não devem ser ignorados como abuso, preconceito, violência e toda a luta do dia a dia pela qual todas as mulheres passam.
Os poemas não se resumem apenas em situações românticas, mas no relacionamento da mulher com mais homens, como os próprios pais.

é simples
acredite quando eles dizem 
que você não é nada
vá repetindo
como um mantra
eu não sou nada
eu não sou nada
eu não sou nada
tao concentrada
que o único jeito de saber 
que você ainda existe é
o seu peito ofegante



O livro tem uma linguagem bem simples, seguido de ilustrações mais simples ainda e não menos tocantes.
Talvez tudo isso tenha sido a dose perfeita para a transmissão de mensagens importantes que fizeram do livro algo notável.


acima de tudo
quero te salvar de mim



Posso dizer com toda tranquilidade que é um livro que tantos homens como mulheres deveriam parar e ler. Eu li em alguns minutos e a leitura vale muito a pena.
Um livro com uma mensagem de emponderamento e sensibilidade enorme!

você sussurra
eu te amo
o que significa é
não quero que me abandone


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: