Melodia na Broadway (1929)

By | 09:07 Leave a Comment



Sinopse: As irmãs e atrizes de vaudeville Hank e Queenie Mahoney chegam à Broadway, onde o amigo Eddie Kerns prepara a apresentação do show de Francis Zanfield. Eddie já conhecia Hank, por quem um dia foi apaixonado. Mas ele nunca tinha visto Queenie. E foi amor à primeira vista. Ocorre que ela está envolvida com um homem da alta sociedade de Nova York, Jock Warriner, e por isso resiste às investidas do rapaz. Até que Queenie perceba que é apenas um passa-tempo para o rico Jock, levará algum tempo para ela começar a se interessar por Eddie.



Voltando à ideia de seguir a lista de filmes vencedores do Oscar colocados no Livro de Marcar Filmes, seguimos com o segundo da lista, vencedor do Oscar de 1930, Melodia na Broadway.

O musical foi dirigido por Harry Beaumont, e já que não posso me considerar uma grande fã de musicais, sei que não os menosprezo também. Críticas sempre falaram o quanto era misterioso esse filme ter sido o grande vencedor do Oscar, mas vale se colocar na época e entender como toda a direção, misturando cenas, falas e música era algo um tanto quanto inovador.



Acredito que o filme acabe pecando um pouco com um roteiro fraco, danças simplórias e atuações boas por um lado e um tanto quanto duvidosas em alguns momentos. O que se sabe é que o filme abriu portas para muitos outros musicais da época. O filme ainda teve uma sequência, Conquistadoras da Broadway, em 1940.




Com um roteiro simples, pode-se considerar um filme para aproveitar algumas horas ociosas, sem esperar nada muito intenso, seja na parte de comédia ou drama. Não posso dizer que me senti desconfortável vendo o filme que tem seus bons 110 minutos, mas não acrescentou grandes emoções à minha vida ;D
Uma crítica que li antes de ver o filme o considerou como um Vicky Cristina Barcelona da época, onde as relações se misturavam de uma maneira um tanto quanto diferente. Acabei vendo o filme com essa ideia e admito que dei algumas risadas.

Mas, o filme teve pontos muitos bons, sendo responsável pela carreira do compositor Arthur Freed, que também foi responsável pelo filme Cantando na Chuva.
O mesmo teve indicações ao Oscar de melhor atriz para Bessie Love, que interpreta Hank Mahoney. E de melhor diretor, para Beaumont.


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: