In The Deep (2016)

By | 14:23 Leave a Comment



Sinopse: Duas irmãs em uma viagem ao México se encontram presas em uma gaiola de observação de tubarões no fundo do oceano, com pouco tempo de oxigênio e grandes tubarões brancos próximos à gaiola, elas devem de alguma forma descobrir como voltar para o barco que está acima delas atravessando 47 metros de água infestada de tubarões.

Também com o título de 47 Meters Down nos Estados Unidos, foi o primeiro filme de tubarão que eu vi em alguns anos. Sabemos que depois dessa ausência, o ano nos preenche com dois filmes de tubarões. Como ainda preciso conferir Águas Rasas, que foca em uma vítima rodeada de tubarões e acima do mar, por enquanto seguiremos com duas irmãs que afundam bastante por águas escuras e desconhecidas. 
Detalhe....Sempre tive um grande medo da "besta marinha", porém, filmes assim sempre me atraem como zumbis sanguinários. Vai entender. ='D




O filme foi escrito e dirigido pelo cineastra britânico Johannes Roberts. Um filme que trabalha o psicológico de maneira absurda, te leva em uma viagem que tinha tudo para ser OK e, logicamente, vira desgraça pura. A questão que deveria ser um ponto forte no filme e não é....Os tubarões. Apesar de toda a tensão, preciso começar dizendo que senti muita falta dos bichinhos com bocas cheias de dentes. Porém, a tensão é bem colocada e as duas atrizes principais não fazem feio, na minha opinião. Os momentos de tensão e agonia ficam totalmente focado nas duas, presas a 47 metros abaixo da água e tentando sobreviver, rodeadas de tubarões, com pouco ar e semi presas dentro da gaiola que deveria as proteger anteriormente.

E eu acho que o ritmo do filme é muito bom. Mesmo com as duas ali embaixo, sem muito o que fazer devido a inexperiência que tem, o filme sempre coloca alguma situação ou momento que te faz segurar o ar junto com as duas. E apesar de se manter estável por temos demais, ficamos naquela expectativa de algo intenso, que acontece, sim. O final se desenvolve muito bem, ainda mais porque sabemos que ou uma das duas morre, ou ambas. Aquele tipo de filme onde tudo pode acontecer e é na reta final que somos preenchidos com tubarões, para suprir aquela falta durante o filme inteiro.


Ah! Vale citar os rostos conhecidos das duas irmãs, interpretadas por Mandy Moore e Claire Holt. Acho que as duas foram bem essenciais para segurar o filme, que nos dá um final que muitos podem gostar ou achar que deixam as coisas um tanto quanto decepcionantes. Reviravoltas assim sempre me deixam muito felizes e acho que foi uma jogada muito boa, que até me deixou um tanto deprimida uhahuahua Claro que não direi qual é, não se preocupem.


E é assim que eu deixo registrado para aqueles que amam esse tipo de filme, que vale a ver pela arriscar pela tensão extrema nas cenas, apesar da falta de tubarões. Se um filme que foca em poucos personagens não te irrita muito e onde um final que te pega de surpresa não é algo que te decepciona... Por favor, veja o filme =D
Ainda me sinto tensa enquanto escrevo tudo, ou seja, vale a pena =D



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: