Naomi & Ely E A Lista Do Não Beijo – Rachel Cohn e David Levithan

By | 11:21 1 comment






 - MATÉRIA FEITA PARA O SITE SETORVIP


Sinopse: A quintessência menina-gosta-de-menino-que-gosta-de-meninos. Uma análise bem-humorada sobre relacionamentos. Naomi e Ely são amigos inseparáveis desde pequenos. Naomi ama Ely e está apaixonada por ele. Já o garoto, ama a amiga, mas prefere estar apaixonado, bem, por garotos. Para preservar a amizade, criam a lista do não beijo — a relação de caras que nenhum dos dois pode beijar em hipótese alguma. A lista do não beijo protege a amizade e assegura que nada vá abalar as estruturas da fundação Naomi & Ely. Até que… Ely beija o namorado de Naomi. E quando há amor, amizade e traição envolvidos, a reconciliação pode ser dolorosa e, claro, muito dramática.
“Mentiras são mais fáceis de processar. Menti para Ely dizendo que não tenho o menor problema com alguém ser gay. E não tenho mesmo. Exceto no caso de Ely. Ele deveria ser meu, no melhor estilo Felizes para Sempre, marcados pelo destino. Menti para Ely dizendo que entendia, é claro, que o verdadeiro destino dele era o glorioso reinado cor-de-rosa, e que aquilo esteve óbvio o tempo todo”.
É com o desabafo de Naomi que se inicia a história de “Naomi & Ely e a Lista do Não Beijo”, obra de ficção que chega às livrarias brasileiras ainda esse mês pela Editora Galera Record. Focado no público adolescente, o livro analisa de forma bem-humorada a relação dos inseparáveis protagonistas. Amigos de infância, Naomi e Ely são pegos de surpresa quando ambos descobrem gostar de meninos. Para preservar a amizade, criam uma lista com nomes que cada um não deve beijar para não magoar o outro. A história fica interessante a partir do momento em que Ely envolve-se com o namorado de Naomi.
Escrito por David Levithan (de “Dois Garotos Se Beijando”) e por Rachel Cohn (de “Cupcake”), o livro evidencia as diferentes personalidades dos adolescentes e como cada personagem pensa e reage diante do acontecimento central. Ex-namorados, amigos e pessoas que fazem parte do dia-a-dia do casal, incrementam a narrativa com suas opiniões – positivas ou negativas – sobre a escolha de Ely e auxiliam os jovens a resolverem seus embates de forma adulta e com os pés no chão.
“É besteira pensar em amizade e romance como coisas diferentes. Pois não são. São apenas variações do mesmo amor. Variações do mesmo desejo de estar perto”.
As falhas e os pontos fortes dos personagens centrais são constantemente lembrados em “Naomi & Ely e a Lista do Não Beijo”, uma das características da escrita de Levithan que se preocupa em aprofundar-se nas particularidades de seus personagens, tornando o texto rico e muito mais interessante. Prova disso, o livro transformou-se no roteiro do longa-metragem homônimo, estrelado por Victoria Justice (da série “Zoey 101”) e Pierson Fode (de “iCarly). Apremiere de “Naomi & Ely’s No Kiss List” (2015) [ informações editadas] que aconteceu no dia  17 de julho, no Outfest Los Angeles LGBT Film Festival.
" Coisas que importam são fáceis. Sentimentos de felicidade são fáceis. Felicidade não é. Flertar é fácil. Amar não é. Dizer que vocês são amigos é fácil. Ser um amigo não é. "

                                          MATÉRIA FEITA PARA O SITE SETORVIP
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. pensa num livro que só tem amor, adorei de verdade, entendo a dor de Naomi por se apaixonar pelo melhor amigo.

    ResponderExcluir