Se você me chamar eu largo tudo.... Mas por favor me chame - Albert Espinosa

By | 16:00 Leave a Comment



Informação relevante (ou não) sobre mim: prezo muito pelos títulos dos livros que leio e muitas vezes eles são um fator importante que me fazem começar uma história. E é sobre um título incrível que falo hoje.

Olhando uma prateleira de livros descompromissadamente apenas vendo se acho algo do meu interesse quando esse título me salta aos olhos e eu percebo que tinha achado minha próxima leitura, que olha, não me decepcionou em nada. O espanhol Albert Espinosa nos brinda com um enredo simples mas com uma história profunda e várias lições a serem levadas para a vida.

Dani é o personagem principal da história, um homem de 40 anos que ganha a vida procurando crianças desaparecidas, e no momento em que sua mulher toma a decisão de sair de casa ele recebe a ligação de um pai desesperado com o desaparecimento de seu filho. Sentindo-se ele próprio perdido, Dani parte para a ilha de Capri, lugar onde viveu uma importante fase de sua vida à procura do menino, e também numa busca interna onde faz um balanço de sua vida até então, das pessoas que encontrou, o que viveu e os rumos que se mostram para ele.

“- Sim, assim perdi o medo das quedas. E, se você perde o medo das quedas, caminha melhor e pode até se atrever a correr. Tudo na vida deveria ser assim. Primeiro cair e depois caminhar”.

Em 22 capítulos curtos e mais uma vez muito bem nomeados vemos então a vida de Dani, uma revelação por vez, um traço de personalidade após o outro, o que e os "quem" o formou e o fez ser quem ele é hoje.

Se você me chamar eu largo tudo.... Mas por favor me chame é o segundo livro de Espinosa, e com certeza não será o último livro que lerei dele. Um livro simples, mas muito bem construído e que com certeza não acaba quando o fechamos.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: