Homens, Mulheres & Filhos - Chad Kultgen

By | 11:02 Leave a Comment




Adaptado recentemente para o cinema este livro nos apresenta uma narrativa crua, direta e sem máscaras. Uma imagem de sociedade cada vez mais influenciada e regida pelo status e a internet.

Todos nós temos um livro que adoramos e que queremos que as pessoas ao nosso redor leiam, seja para verem como é bom ou porque queremos ter com quem conversar sobre a história que lemos, mas que quando nos fazem a pergunta "Fala sobre o quê?" simplesmente não sabemos responder, ou no mínimo não conseguimos explicar satisfatoriamente, e um dos meus é Homens, Mulheres & Filhos; este é um livro extremamente difícil de se classificar, mas hoje eu vou tentar fazer isso.

A história narra o cotidiano de vários personagens, tendo como fator comum uma escola de final do ensino fundamental para o começo do ensino médio, tendo como foco não só os adolescentes mas os pais, professores, enfim, pessoas reais; Chad Kultgen quis mostrar o cotidiano mas principalmente o que tem por trás dele. A mãe super protetora, uma garota que faz tudo em busca da magreza, um pai viciado em pornografia, um casal adolescente que ainda não entende os limites da relação em que se encontram... Tudo aquilo por trás daquela foto feliz no facebook.

“Descubra como você conhece pouco as pessoas que você conhece”

E não se engane, nada aqui é romanceado, Kultgen é bem direto e com certeza explícito no que ele quer relatar, esse é um livro para ser lido com os pés no chão e sem preconceitos ou tabus, tendo um capítulo por personagem quase num estilo de crônicas nos vemos cada vez mais inseridos nas vidas dessas pessoas, como alguém invisível que os acompanha e testemunha aquilo que eles gostariam de manter somente para si.

Como eu disse este livro é uma obra difícil de explicar e definir, saiba que é uma leitura chocante, mas com certeza muito válida e reflexiva, então seja para adorar, detestar ou apenas entender o que o autor quis passar, adicione esse livro à sua coleção.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: